27 outubro, 2010

(um último comentário sobre o que chama atenção)

Estava conversando com a Dani hoje e ela disse que era pros co-autores postarem, não comentarem =p Mas já que cheguei atrasado novamente, vou deixar um breve parágrafo sobre o particular. Pra me chamar a atenção, primeiro tem que ter personalidade. Odeio conversar com as paredes. Segundo: tem que conversar. Eu encontro alguém pra conversar por horas (diálogo, mesmo) e pronto, já era. Resumiria com a palavra "Troca". Me chama a atenção alguém com quem eu consigo trocar experiências, pensamentos e ainda tenho resposta. Quarto: Tem que ser bonita, sim, aos meus olhos. Como eu digo aos meus amigos : "Tem que ser agradável aos olhos". E isso é subjetivo mesmo, cada um tem seu padrão, e eu acabo tendo o meu. Tem que ter senso de humor (cansei de enumerar =p), tem que ter cabeça boa, tem que saber sorrir. (...) No fundo, tem que ser meio (repito: m-e-i-o) diferente de mim. Imagina eu com alguém igual eu? Nó, já é difícil me aguentar! Por fim, me chama atenção a simplicidade. Não a rasa, mas a profunda, a que me surpreenda, sempre e sempre. Acho que é por aí =p

Um comentário:

  1. Gabriel, concordo em bastante coisa. Bate com o que eu disse: um grande fator pra mim é a afinidade comigo ou com algum ideal que eu tenha. E a cabeça boa, pra mim, é fundamental.
    Mas acho que estou sendo hipócrita neste assunto não tocando muito nos pontos físicos da questão: um homem que está à procura de uma mulher e vê uma mulher bonita - e bonita dentro dos padrões gerais de beleza - na rua, no cotidiano, em um lugar "alcançável" - VAI SE INTERESSAR PELA POSSIBILIDADE. A questão é apenas se ele coloca isso em primeiro plano para sua escolha ou não.
    Aí entra um outro ponto: o próprio status. Homens tem uma tendência de medir o que podem conseguir e o que não podem e ser práticos quanto a isso. Se ele se interessa por uma mulher, vai querer saber como anda o "mercado", dos dois lados: se a mulher está sendo muito rodeada pelos urubus de plantão ele vai querer se comparar com o nível das pessoas a quem ela dá atenção. Um cara com baixa auto-estima raramente vai investir na mais procurada - e a realidade mostra que ele pode ter mais chances do que imagina! Basta contar, caro amigo homem, as mulheres bonitas que você conhece que namoram homens feios; acontece tanto que dá até raiva - ou esperança, pra quem não se acha um Gianechinni da vida.
    Agora mais uma perguntinha às damas: personalidade conta? Como ela é mensurada?

    ResponderExcluir

Damas e cavalheiros, por favor sejam educados, ponderados e não cometam nenhum crime em seus comentários.
Os comentários são submetidos a seleção e aprovação, portanto não fique triste se o seu não for exibido.
Agradecemos,
Equipe do DvC

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...